Prefeitura inicia mais um curso profissionalizante de corte e costura

16.06.2015

A prefeitura de Itaquiraí e a Secretaria do Desenvolvimento Econômico através da Coordenadoria de Políticas Públicas para a Mulher em parcerias com o SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) e Sindicato dos Trabalhadores Rurais iniciou nesta segunda-feira (15), mais um curso de Corte de Costura – Modelagem e Confecção de Peças.

[caption id=attachment_7074 align=alignnone width=1024] Instrutor do Senar Idelfonso Rodriguês apresenta aula teórica do curso de corte e costura, em Itaquiraí. Foto: Edson Freitas[/caption]

O curso está sendo ministrado pelo instrutor do SENAR Idelfonso Vasques Rodriguês. Ele está repassando todas as instruções e técnicas de confecção do vestuário masculino, feminino, adulto e infantil. O passo a passo, com a aplicação de molde, frente, revel e costas, marcação e corte de tecido, montagem da peça, chuleado, alinhavado e até colocação de zíper farão parte do curso teórico e prático.

O prefeito Ricardo Fávaro Neto ao destacar a importância do curso, afirma que esta é mais uma iniciativa visando a inclusão social. “Oferecendo cursos profissionalizantes desta natureza, qualificamos mão de obra, permitindo que mais famílias ingressem no mercado do trabalho e assim possam aumentar a renda familiar. É desta forma que promovemos a melhoria da qualidade de vida, oferecendo conhecimento para que as pessoas possam ingressar no mercado de trabalho”, resume o prefeito.

[caption id=attachment_7077 align=alignnone width=906] Instrutor do Senar Idelfonso Rodriguês e Coordenadora da Mulher Rozivânia Quevendo durante aula do curso de corte e costura. Foto: Edson Freitas[/caption]

A Coordenadora de Políticas Públicas para a Mulher, Lucy Rozo Zampiva, observa que embora a costura seja um método artesanal de juntar as partes de um tecido ou outros materiais com a utilização de máquina de costura ou uma agulha com linha, “o que está valendo é que este é o início de uma vida melhor para as mulheres que ingressaram neste curso profissionalizante. Esta é mais uma política pública em favor da mulher, quando formalizamos parcerias e viabilizamos o curso. Tão logo o mesmo seja encerrado, as participantes receberão os certificados de conclusão e estarão aptas para atuarem em qualquer facção ou malharia, na confecção de roupas”, informa Lucy.

Segundo Rozivânia Castilho Quevedo, da Coordenadoria da Mulher, o curso será de 15 a 19 de junho e de 22 a 26 de junho.