Banners Laterais

Powered by WP Bannerize

Prefeitura lança o Programa de Coleta Seletiva “Itaquiraí Recicla”; cidadão tem que fazer sua parte

Publicada 20/12/17 às 10:35

 

A Prefeitura, numa iniciativa do Departamento Municipal de Meio Ambiente, lançou ontem (19-12) o Programa de Coleta Seletiva “Itaquiraí Recicla”. “O programa consiste na coleta de materiais recicláveis, papel, plástico e metal. Os dias das coletas serão às terças e quintas feiras na área comercial da nossa cidade”, informa o Diretor de Meio Ambiente, Luiz Carlos de Souza.

O Programa “Itaquiraí Recicla” tem como objetivo principal a proteção do meio ambiente, pois, cada produto coletado é encaminhado de volta a sua cadeia produtiva, economizando recursos ambientais e diminuindo seus custos de produção. “Também temos outras metas para o Programa, onde trabalharemos a Educação Ambiental em diversos setores da nossa comunidade e nas escolas, para que o Programa Itaquiraí Recicla se instale de forma permanente em nossa cidade. Para isso, já confeccionamos um panfleto/cartilha contendo todas as orientações sobre o programa, que está sendo distribuída para a população, visando a participação de todos”, pontua o diretor ambiental municipal.

Luiz Carlos acrescenta que o programa conta com a efetiva participação de um importante parceiro, a empresa MR Reciclagem que fará o trabalho de coleta e triagem dos resíduos recicláveis recolhidos na cidade. “Destacamos também que o cidadão itaquiraiense tem papel fundamental para o funcionamento do Programa Itaquiraí Recicla, pois, é dele a responsabilidade de separação e entrega do material reciclável”, orienta Luizão.

Ao falar do programa, o prefeito Ricardo Fávaro Neto, mais uma vez, sustenta que sua gestão honra o lema, Administração Nosso Rumo é para Frente. “Esta é uma ação de suma importância para a preservação ambiental, manter o perímetro urbano livre destes materiais e, sobretudo, fazendo o reaproveitamento com a separação dos recicláveis. Portanto, o “Itaquiraí Recicla” proporcionará mais um impacto social, ambiental e, em outra vertente, educacional, melhorando as condições de vida da população”, analisa Fávaro.

 

Publicidade