Banners Laterais

Powered by WP Bannerize

Itaquiraí abre 469 MEIs sendo 272 comerciais e 197 prestadores de serviços

Publicada 10/04/19 às 12:21

            (Roney Minella) – A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo da Prefeitura de Itaquiraí, através da Sala do Empreendedor, apresentou hoje (10.04), relatório pormenorizado sobre a abertura das firmas autônomas intituladas MEI – Micro Empreendedor Individual. Segundo o documento, foram abertas 469 MEIs, de 2009 a 2019.

Somente no ano passado (2018), 97 microempresários abriram seus negócios ou saíram da informalidade. O mesmo memorando de nº 24/2019/SMDET aponta que este ano Itaquiraí ganhou mais quatorze microempresas. “Nos levantamentos feitos, computamos que do total de 469 MEIs, 272 fizeram alvarás para o setor do comércio e outros 197 legalizaram-se como prestadores de serviços.

BAIXAS

            No mesmo período em que aponta a abertura de quase 500 novas pequenas firmas em Itaquiraí, foram verificadas 137 baixas. Todos estes dados estão registrados no setor de Tributação e Cadastro do Município e, previamente, foram cruzados com outros dados pessoais de cada micro empreendedor durante o atendimento feito pela Sala do Empreendedor.

            “Podemos comemorar, pois, permanecem funcionando, com alvarás ativos, um total de 332 microempresas individuais”, destaca Mônica Pereira Neves, responsável pela Sala do Empreendedor de Itaquiraí. Foto: Roney Minella

 

“Continuamos incentivando a abertura de novas MEIs, porque representa segurança para os titulares dos negócios e, em muitos casos, garante que comerciantes e profissionais prestadores de serviços dos mais variados ramos saiam da informalidade e, inclusive, possam vender e prestar serviços para órgãos públicos. Aliás, a abertura do MEI é a principal porta para a entrada no empreendedorismo”, pontua o secretário de Desenvolvimento Econômico, Anderson Francisco da Silva.

Mônica Neves e o secretário de Desenvolvimento Econômico, Anderson Francisco da Silva, em frente ao Totem do Sebrae que serve de suporte aos MEIs. Foto Roney Minella

SETE MOTIVOS PARA ABRIR UMA MEI

Ao destacar as principais vantagens de se abrir uma MEI, a coordenadora da Sala do Empreendedor de Itaquiraí aponta que: 1º, é muito menos burocracia. Com poucos documentos é possível efetivar a firma; 2º, Se o pagamento de tributos é uma dor de cabeça que impede sua formalização, sendo MEI não haverá preocupação com isso. Há isenção de impostos federais e redução de taxas e custos. O MEI paga ao município o valor simbólico de R$ 5,00 como Imposto Sobre Serviços (ISS), além do módico valor de R$1,00 ao Estado, cobrindo-se o Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS). Fora isso, paga-se um percentual de 5% sobre o salário-mínimo, todo mês, para custear o INSS. Além disso, basta recolher R$ 46,85 por mês para o INSS. Todos esses impostos são cobrados em uma única guia chamada DAS.

Mônica Neves, com a mais nova MEI de Itaquiraí, Vanusa Ribeiro dos Santos. Foto: Divulgação

 

O 3º motivo apontado é que o titular do MEI terá acesso aos benefícios previdenciários; 4º motivo, terá mais facilidade na obtenção de créditos financeiros nas instituições financeiras; 5º, passará a poder emitir notas fiscais, tornando o negócio seguro. Aliás, para fornecer para o Setor Público ou para Grandes Empresas, é exigida a emissão de documento fiscal, o que poderá ser atendido através do MEI.

A 6ª vantagem é que o micro empreendedor individual poderá registrar um empregado, desde que ele receba salário-mínimo ou o piso da categoria, o que permitirá o MEI aumentar o rendimento do negócio. “Por último, podemos citar que não há escrituração contábil e fiscal do MEI, e isto reduz a burocracia e o tempo gasto com formalidades, o que é exigido de outras empresas”, informa Mônica Neves.

 

 

 

Creditos: Roney Minella

Fonte: Departamento de Comunicação

Publicidade