Banners Laterais

Powered by WP Bannerize

Itaquiraí conclui mais uma etapa de pulverização contra o mosquito da dengue

Publicada 17/04/19 às 9:45

Equipe do Controle de Vetores durante aplicação de veneno no sistema de pulverização, em bairro da periferia de Itaquiraí. Foto: Roney Minella

-Popular “fumacê” iniciou no acampamento da Vila Industrial, Nova Era e atingiu posteriormente toda a cidade-

A coordenadoria de Controle de Vetores da Secretaria Municipal de Saúde de Itaquiraí concluiu mais uma aplicação de inseticida contra o mosquito Aedes aegypti transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika vírus. A pulverização, mais uma vez, começou em frente ao acampamento de sem teto, na Vila Industrial e Jardim Nova Esperança II, na região sudoeste da cidade, no período da tarde, por volta das 17h00.

“Na sequencia, fizemos a nebulização em todo o Nova Esperança I, Nova Era I e II, e em frente de todas casas situadas nas proximidades da Câmara de Vereadores, Destacamento da Polícia Militar, e Escola Manoel Guilherme, completando todo o lado esquerdo da Avenida Industrial, no sentido sul/norte”, informa o coordenador, Marcos Aurélio Domingos.

O trabalho de pulverização foi reiniciado na madrugada, desta vez no extremo sul da cidade, nos bairros, Jardim Betel, e posteriormente, no mais populoso da cidade, o Jardim Primavera. “Concluímos a aplicação no centro da cidade, bairros Monte Castelo, Pedra Redonda, Seac e Boa Vista, fechando todos os quadrantes da cidade”, acrescenta o supervisor do Controle de Vetores, Leandro Soares.

Ao avaliarem o resultado da aplicação de 160 litros de calda, em duas etapas, com um intervalo de cinco dias entre as pulverizações, Marcos e Leandro afirmam que já diminuiu consideravelmente o número de casos de dengue em Itaquiraí. Alias, segundo eles, na primeira aplicação do inseticida já foi possível perceber a menor procura de consultas e exames com suspeitas de dengue nos postos de saúde e hospital da cidade.

Coordenador do Controle de Vetores, Marcos Aurélio, e o supervisor Leandro Soares, durante ação de nebulização em área de acampamento, na Vida Industrial. Foto: Roney Minella

“Casos ainda existem, mas, podemos afirmar tranquilamente que o resultado do trabalho do fumacê é positivo. O importante é que estamos combatendo o mosquito e evitando uma tríplice epidemia”, destaca o secretário municipal de Saúde, Marcelo Batista Rosa. Ele elogiou o trabalho firme do Controle de Vetores e voltou a conclamar a população que mantenha o apoio na prevenção à dengue, adotando as práticas diárias de limpeza de terrenos, ambientes domésticos e na eliminação de possíveis recipientes propícios à proliferação do mosquito.

Creditos: Roney Minella

Fonte: Departamento de Comunicação

Publicidade